Pretérito +

15 de agosto de 2019

O QUE A FOME FAZ

A conversa era com amigos do trabalho, durante o horário de almoço. Estávamos com fome no feriado e o pedido do prato feito já completara 40 minutos. Atraso intenso. O estômago reclamava com ansiedade. Estava demorando demais a chegada de um bife ancho, salada e batata frita. Como falam em Bom Despacho: “a boca já […]

13 de junho de 2019

MEMÓRIA TELEVISIVA: O CLUBINHO ESTÁ NO AR

Fecho os olhos para me lembrar de um tempo atrás. Daquela época em que tocava a minha música no rádio, e também na fita cassete, quando o locutor anunciava um produto no meio da gravação da minha playlist. A voz de Joel Smith, de Lílian Cabral, de Ivaldo Ferreira, na Rádio Veredas FM. Dez canções […]

17 de abril de 2019

GÁRGULAS DESCONHECEM O FOGO

Diante da imponência, fiquei extasiado. Sonho de criança era visitar seus corredores, fotografar os vitrais vistos somente na aula de História da Arte, observar as gárgulas, ajoelhar diante da cruz, fazer três pedidos, agradecer por mais uma viagem. Sentir o cheiro do passado, das guerras, dos mistérios cristãos. Em renovação da fé, um turista encantado […]

17 de abril de 2019

DE MARIA FUMAÇA PARA PARIS*

Com respiração ofegante, cansado de subir as escadas do metrô, Manuel Luiz admirou o céu azulado de Paris. Procurou na memória o cenário que conheceu nos livros. Naquele dia, cinquenta anos de lembranças se tornaram reais. Admirou as torres, as imagens dos santos, os desenhos da porta principal, tudo em estilo gótico. Olhou para o […]

14 de março de 2019

AO JACINTO, GUERREIRO

Recentemente, perdi um amigo querido. Incentivador da cultura, fundador de bibliotecas e de escolas, promotor do progresso, cuidador da história e do patrimônio. Um mestre das letras, da boa prosa, cronista de todos os tempos, de lugares que marcaram suas lembranças. Generoso, sempre dividiu o que aprendia, inclusive seus sonhos de criança, de historiador, de […]

05 de novembro de 2017

LAMA QUE NÃO SAI DA MEMÓRIA

Acordei logo cedo para dar os parabéns para minha mãe. Naquela quarta-feira, ela celebraria mais uma primavera. Conversamos animados, falamos besteiras, ela contou algumas piadas. Comentei da minha apreensão sobre os dias seguintes. Afinal, na sexta, seria minha banca de qualificação no mestrado. Estava nervoso, cansado, desanimado. No fundo, era estresse comum do fim de […]

05 de julho de 2017

DESABAFO NO DIVÃ

Quando queremos reclamar de algo que está acontecendo na atualidade da vida, normalmente, relembramos o passado e repetimos as frases clichês: “no meu tempo era assim”; “antigamente era melhor”; “não se faz tal coisa como nos meus dias de criança”; “eu era feliz e não sabia”. Os tempos mudam, a gente cresce, amadurece. Os cabelos […]

27 de junho de 2017

SEM RESSENTIMENTOS

Esta crônica tem três personagens: o tio, o menino e a mãe do menino. Pessoas que viveram na Passagem, distrito de Bom Despacho, nos anos em que os militares davam as ordens no Brasil e a localidade possuía uma importância política na Cidade Sorriso. Tempos em que o barro dominava as estradas na época das […]